PROGRAMAÇÃO CENTRAL FLIM


6ª MESA LITERÁRIA ESPECIAL DE ENCERRAMENTO: TRANS
GÊNEROS ARTÍSTICOS
Convidados: Chico César, Carlos Rennó, participação especial de Ariabo Kezo com a mediação de Adriana Couto.
Leitor Anfitrião: Paulo Henrique Marques de Souza Correia dos Santos da UNIFESP.

Como ser cantor e compositor, compositor e escritor, escritor e letrista, poeta e músico, artista e ativista, autor e leitor. Uma mesa em homenagem ao escritor e letrista Carlos Rennó, também presente, nascido em São José dos Campos.

 

Chico César
Nascido no interior da Paraíba, aos dezesseis anos Chico César foi para a capital João Pessoa, onde se formou em jornalismo pela UFPB. Pouco depois, mudou-se para São Paulo. Trabalhando como jornalista e revisor de textos, aperfeiçoou-se em violão, multiplicou suas composições e começou a formar o seu público. Sua carreira artística tem repercussão internacional. Lançou oito álbuns gravados em estúdio, sendo seu último trabalho, “Estado de Poesia” (2015), uma união da riqueza dos ritmos brasileiros à sonoridade universal.

 

Carlos Rennó
Letrista, produtor e jornalista. Despontou nos anos 1980 ao lado de Tetê Espíndola e Arrigo Barnabé. Seus parceiros mais frequentes têm sido Lenine, Chico César, Pedro Luís, Moska e Zé Miguel Wisnik. Tem canções gravadas por Tetê, Gal Costa, Roberta Sá, Chico César, Lenine, Elza Soares, entre outros. Produziu o CD com musicalizações de versos do livro “A Canção do Divino Mestre” (Companhia das Letras), tradução do “Bhagavad Gita” do tropicalista Rogério Duarte. É organizador do livro “Gilberto Gil – Todas as Letras” (Companhia das Letras) e autor do livro "O voo das Palavras Cantadas"  (Dash Editora). Venceu o Festival dos Festivais, com "Escrito nas Estrelas", cantada por Tetê Espíndola e também o Prêmio Tim de Canção do Ano com Lenine por “Todas Elas Juntas Num Só Ser”. Recentemente lançou pela causa indígena a longa canção (110 versos) “Demarcação Já” em parceira com Chico César e gravada por 23 cantores, entre eles Gilberto Gil, Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Criolo, Arnaldo Antunes, Nando Reis e Zeca Baleiro.

 

Participação especial de Ariabo Kezo
Filho da sociedade Balatiponé, muito conhecida como Umutina, de MT. Como estudante e militante das causas indígenas, representou a UFSCAR no Fórum Permanente sobre Questões Indígenas das Nações Unidas em NY. Participou como protagonista do Curta-metragem “Chegamos Antes”, e no festival de Amazônia deste ano venceu o prêmio de melhor ator.  Em 2015 escreveu e ilustrou o livro “Boloriê: A origem dos Alimentos.” 

 

SERVIÇO

6ª MESA LITERÁRIA ESPECIAL DE ENCERRAMENTO: TRANSGÊNEROS ARTÍSTICOS
Data: 17/09 (domingo)
Horário: 14h
Local: Ponto de Encontro
Convidados: Chico César, Carlos Rennó, participação especial de Ariabo Kezo com a mediação de Adriana Couto.
Leitor Anfitrião: Paulo Henrique Marques de Souza Correia dos Santos da UNIFESP.
Lugares Limitados. Distribuição de senhas com 60 minutos de antecedência do horário de início, na lateral da Sala de Leitura Réginaldo Poeta, ao lado do Telão de Cinema.
Tradução simultânea em Libras, a Linguagem Brasileira dos Sinais.
Transmissão simultânea em telão dentro da Capela Sagrado Coração de Jesus.
Entrada franca.

 

A quarta edição da FLIM é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Prefeitura de São José dos Campos, com produção da AFAC – Associação para o Fomento da Arte e da Cultura. Conta com o patrocínio da Gerdau, Colégio Poliedro, Vale Sul Shopping e Incorporadora Tavares Filho; apoio do Instituto de Oncologia do Vale, NipBr, Redenção Turismo, Hotel Ema Palace, Nibs Juice Bar, Haruf, GPM Vídeo, Art Rock Camisetas, Unimed e Cabrillano; promoção da rádio Jovem Pan e do jornal O Vale; e parceria da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, Sesc, Sesi São Paulo e Senac.

Endereço:
Rua Prudente M Moraes, 302
Vila Adyana São José dos Campos
Cep: 12243-750
Ver Mapa
Telefone:
(12) 3911-7090

E-mail:
contato@pqvicentinaaranha.org.br

Horário de Funcionamneto:
das 05h às 22h

Redes Sociais: